Seja como Jesus e escandalize geral

Você certamente já ouviu estas palavras de Jesus:

Portanto, se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti. -Mateus 5.29

Uma vez que Jesus podia soar tão radical sobre o tema do escândalo, é natural esperar que ele mesmo evitasse a todo custo escandalizar alguém. Mas, alguns capítulos adiante do versículo citado, em Mateus, o Mestre aparece pregando em Nazaré, onde não conseguiu realizar muitos milagres. Todo mundo ouve dizer apenas que isso tinha a ver com incredulidade, mas a Bíblia registra que tudo começou quando os habitantes da cidade ouviam Jesus e…

Escandalizavam-se nele. -Mateus 13.57

Mais tarde, na região de Genesaré, Cristo é abordado por fariseus que o criticam pela violação da tradição de lavar as mãos antes de comer para não ficar impuro. Jesus dá um sermão, basicamente dizendo “impuros são vocês”, e é quando isto aqui acontece:

Então, acercando-se dele os seus discípulos, disseram-lhe: Sabes que os fariseus, ouvindo essas palavras, se escandalizaram? -Mateus 15.12

Mateus relata que Jesus aconselhou seus seguidores a fugir de escândalos, mas que escandalizava um monte de gente. O que está acontecendo aqui?

O que traduzimos como “escandalizar” na Bíblia é σκανδαλίζω, que pode ter vários significados, como muitas outras palavras em qualquer idioma.

Como eu disse na publicação anterior, Jesus e Paulo nos dizem para evitar o “escândalo” em um sentido da palavra — o mesmo de Mateus 5.29, o primeiro versículo que você leu aqui.

“Se o seu olho o escandaliza”, no contexto de Jesus, significava “Se o seu olho faz você tropeçar”. É esse também o sentido que Paulo tem em mente ao encorajar os seus discípulos a fugir de escândalos. Isto é, não devemos induzir ninguém a errar. E tudo bem, porque estamos falando de uma atitude deliberada. Cristãos, por definição, não fazem isso.

Outro sentido da palavra em questão é o de chocar, ofender, incomodar, violar o código de conduta coletivo. Não é o que Paulo e Jesus nos pedem para evitar, porque ambos faziam isso o tempo todo. Quando era impossível prever o choque dos outros ou quando um escândalo era totalmente previsível, ambos agiam livremente e de modo autêntico, porque não tinham um compromisso maior com reputação e a opinião alheia do que com sua integridade. Na verdade, escandalizar os outros era frequentemente o que evidenciava a diferença entre seu caráter genuíno e o dos hipócritas. Assim, várias lições de comportamento cristão só estão registradas nas Escrituras porque Paulo e Jesus escolheram ser escandalosos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s