Jesus não evitou a aparência do mal

Escrevendo aos tessalonicenses, Paulo disse alguma coisa que foi mal traduzida por muito tempo. Ficou assim: “Abstende-vos de toda a aparência do mal”.

Os evangélicos, em geral, levam essa diretriz muito a sério, a ponto de tomá-la por pilar da conduta cristã. Ela, com o tempo, passou a ser entendida assim: Se algo que você está para fazer pode ser mal interpretado por qualquer um, não faça.

A gente não percebe que essa norma não é realista? Qualquer coisa pode ser mal interpretada por alguém em algum momento. Nem Jesus escapou de ser mal visto. Mas o mais importante é que ele nem tentou.

Os eventos da vida de Jesus são explicados quase sempre de um ponto de vista teológico. Temos as justificativas para as coisas mais malucas que ele fez antes de termos a chance de nos escandalizar. Isso nos atrapalha de imaginar tais coisas em seu contexto, do ponto de vista dos contemporâneos de Jesus, que não tinham explicação alguma para os seus numerosos escândalos.

Um judeu não ficava a sós com uma mulher em local público. Um judeu não falava com samaritanos, que eram considerados os piores hereges da época. Partindo de líderes religiosos, essas duas atitudes seriam ainda mais ultrajantes. Mas Jesus, líder religioso, encontrou uma mulher samaritana com quem ficar a sós. Você já notou, na narrativa bíblica, que os doze discípulos ficaram chocados quando viram a cena?

Se isso não for o bastante, deixe-me lembrar que estamos falando do mesmo cara que entrou no lugar mais sagrado do mundo em época de festa com um chicote na mão e revirou o comércio sacerdotal, expulsando todo mundo. Isso é que eu chamo de escandalizar.

Não foi sem razão que Jesus levou fama de comilão, beberrão e até de Belzebu. Ele simplesmente não se esforçou para proteger sua reputação. Ele não fugiu da aparência do mal. Preferiu ser autêntico independentemente do que os outros pudessem pensar e de fato pensavam. Preferiu ser incompreendido a viver uma farsa para satisfazer as expectativas e demandas dos outros.

2 comentários

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s