Ansiedade: fique satisfeito agora

IMG_1370

Você já viu evangélicos falando de ansiedade? Normalmente ela é tratada meramente como pecado, como falta de fé. Estamos falando de algo que já foi chamado de “mal do século” e agimos como se fosse o problema de alguém imaturo com uma fé deficiente. Fazemos a pessoa que sofre de ansiedade sofrer também de culpa por não confiar direito em Deus. Isso me quebra o coração. Vamos para uma abordagem mais objetiva.

Ansiedade é o que a gente sente quando deixa nossa mente se ocupar demais com o futuro. Uma atitude que nos leva a antecipar mentalmente o que pode acontecer de bom ou de ruim num ritmo angustiante. Quando ela toma conta da gente, nos rouba o aproveitamento do momento presente.

Recentemente meditando com irmãos da minha e de outra igreja sobre o assunto, concluí que o hábito de se precipitar ao futuro parte de uma insatisfação no presente. É quando a gente não está realizado agora que fica desesperado pelo que vem a seguir. Pense nisso. Quando a gente está realmente se sentindo satisfeito no presente, o futuro não é um problema. A gente o deixa para amanhã.

A ansiedade não é uma questão simples para se dominar em dois minutos de leitura. Mas eu uni minha própria experiência aos relatos dos irmãos que mencionei mais cedo, quando gastamos uma hora discutindo ansiedade à luz das Escrituras, e cheguei a um roteiro para lidar com o problema no momento em que ele aparece. Isso me ajudou e espero que ajude você também.

Primeiro: volte ao presente

Quando a ansiedade bater à porta, tente lembrar que você não quer deixar de aproveitar o momento presente num redemoinho de pensamentos que não são fatos – são apenas hipóteses. Tome o controle da sua consciência e diga para ela: silêncio; eu quero viver no presente, e não num futuro imaginário. Respire fundo se quiser, vá para outro ambiente se quiser, e feche os olhos até trazer sua mente de volta ao agora.

Segundo: estimule sua gratidão

Se eu não sou grato por nada que tenho agora, quero mais é que este momento acabe e venha o próximo, com suas promessas de algo melhor. Mas eu não posso antecipar o futuro, então tentar fazê-lo só vai me fazer sofrer. Por isso, uma vez que sua consciência esteja no agora, pense nos motivos que você tem para ser grato hoje. Se não houver nada evidente, você pode tapear sua mente olhando para as coisas ruins de uma perspectiva positiva. O  importante é sentir gratidão.

Terceiro: fique satisfeito

A gente combinou que antecipa o futuro porque está insatisfeito no presente. Então, uma vez que você trouxe sua consciência para o agora e lembrou os motivos que tem para ser grato hoje, deixe seu coração se encher de satisfação pelo que você já tem, até essa satisfação suplantar o desejo pelo que vem a seguir.

Quarto: fique extremamente satisfeito

O convite que recebemos como filhos de Deus não é para mera satisfação com coisas passageiras, mas plena satisfação com o melhor que existe – amor, bondade e felicidade infinitas no Espírito de Deus que habita em nós. Então, volte seu olhar e atenção a Deus. Permita-se envolver pela presença dele, onde existe “alegria plena e eterno prazer” (Salmo 16.11). Era do Espírito Santo habitando em nós que Jesus estava falando quando disse que do nosso interior fluiriam águas para sempre, para nunca termos sede. Satisfação não apenas no futuro, mas agora.

 

2 comentários

    1. Obrigado pelo comentário, mano! Esse lance davídico… Sempre falo dele e tento usar na minha vida pessoal também. Um abraço!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s