Música secular: não pode? Tudo bem. Mas por que não pode?

IMG_7309

O tema da música secular é sempre tratado de maneira taxativa no meio evangélico. Parece um assunto muito objetivo. O tabu e a tradição oferecem às pessoas uma sensação de convicção. Mas esse sentimento só pode ser preservado se a gente observar o assunto superficialmente.

Por que não dialogar?

Não é sábio alimentar convicções sem racionalizar. Crenças importantes precisam ser questionadas. Só assim elas ganham valor pessoal. Sem questionamento, nossas crenças não se provam nem fortes nem verdadeiras nem importantes. Pior, elas não se comprovam também fracas e inúteis, para dar espaço a crenças mais maduras e saudáveis. Cristão não pode ouvir música secular? Não vejo problema em acreditar nisso. Como eu disse no último texto, passei a maior parte da vida sem ouvir música secular por escolha própria e não fez a menor falta. Mas, quando eu acreditava, para chegar à maturidade da minha crença, eu me perguntei: Por que não pode?

Questionamento e rebelião

Uma maneira poderosa de manter as pessoas sob seu controle religioso é fazê-las acreditar que qualquer questionamento é um ato de rebeldia, de orgulho, e de ataque à autoridade divina. De fato, muitos questionamentos escondem esse caráter. Mas não todos. Se questionar fosse sempre ruim, a Bíblia não nos encorajaria tanto a pensar, a transformar nossa mente, e não nos instruiria a ser capazes de explicar a razão da nossa fé. “Por que não pode?” é uma pergunta temida na Igreja evangélica, mas é só por dois motivos básicos. Primeiro, os líderes não sabem explicar razões bíblicas para suas proibições e se sentem ameaçados em sua liderança quando questionados. Segundo, os fiéis têm bases muito frágeis para suas crenças e se sentem ameaçados em sua fé quando questionados. Mas muita gente que pergunta “Por que não pode?” só quer crer da melhor maneira. Só quer amadurecer e fazer a coisa certa pelo motivo certo.

O que é música secular?

Por definição, música secular é a música do presente século. Mas não estamos falando de tempo aqui, e sim do sistema de pensamento carnal da nossa época. Música secular, então, é toda música que está de acordo com o modo pecaminoso de pensar de uma geração, e em desacordo com o pensamento de Cristo. Veja como não é preciso ser subversivo ou filosófico demais. A simples definição de música secular já coloca nossos tabus em apuros. Afinal, você escuta rádios gospel? Vai a diversas igrejas diferentes pelo Brasil e ouve o que os evangélicos cantam em seus cultos? São incontáveis canções em desacordo total ou parcial com as Escrituras. Afinal de contas, só porque uma música foi feita por um evangélico e toca em rádio evangélica, ela não é secular, mesmo que não fale como Cristo e sim como o presente século?

O que é música cristã?

Por definição, vamos considerar que música cristã é aquela que carrega uma mensagem que concorda com Cristo. Se levarmos isso ao pé da letra, muitos hits gospel não são músicas cristãs. Simplesmente porque fizeram sucesso entre os evangélicos, mas nunca seriam aprovadas por Jesus. Por outro lado, se Jesus diz que a coisa mais importante a se fazer é amar a Deus e ao próximo, uma música que diz a mesma coisa não pode ser, por definição, cristã? Quero dizer, se um cantor não cristão gravasse uma música dizendo “Deus amou tanto o mundo, que deu seu Filho”, essa música seria secular porque seu intérprete não é evangélico? Isso tudo suscita outras questões, que a gente aborda nos próximos textos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s