Estou melhor que muita gente!

FullSizeRender.jpg

Você já se consolou ao ver que existe gente num “estado pior” que o seu? Eu sou culpado de ter tirado um pouco o peso dos meus ombros simplesmente dizendo a mim mesmo coisas do tipo “Pelo menos, não estou tão mal quanto Fulano”.

Todo mundo é tentado a se comparar. Mas esse tipo de frase aí em cima tem desdobramentos bem mais sérios do que a gente costuma imaginar.

Um dia desses, meu pai tentou encorajar uma pessoa a ser mais assídua nas reuniões da nossa igreja. Ele não foi dar bronca. Falou com o amor e bom humor que são típicos dele. A pessoa logo fechou a cara e respondeu mais ou menos assim: “Xiiii, nem vem, que eu estou melhor que muita gente aí”. Virou as costas e deixou meu pai falando sozinho.

Eu detesto quando me pego dizendo algo parecido, porque respostas assim são típicas de quem não conhece Jesus. Você fala sobre juízo, e elas alegam que tudo vai dar certo para elas no fim das contas, porque não são nenhum Hitler, então Deus certamente não poderá condená-las por pecado algum. Como se não cometer o pecado do outro pudesse tornar os meus pecados nulos.

A vida cristã é de transformação diária, porque o objetivo é que a perfeição de Cristo se manifeste em cada um de nós. Mas, quando eu digo, “Pelo menos, estou melhor que muita gente por aí”, estou me acomodando em meu estado atual e me recusando a melhorar usando os outros como justificativa para o meu próprio relaxo.

A gente quer conforto. Por isso se consola dizendo “Me deixa em paz; vá encher a paciência de quem é pior que eu”. Mas uma vida acomodada não pode ser nem consagrada nem feliz.

Não esqueço o que C. S. Lewis disse sobre comparar-se aos outros. É de dar arrepios.

É a comparação que nos torna orgulhosos: o prazer de estar acima das outras pessoas.

Isso explica como a gente consegue dar as costas para autoridades e amigos que tentam nos ajudar sem o menor remorso. A comparação leva ao orgulho, e o orgulho, à petulância.

O que acontece como consequência de dizermos “Estou melhor que meu irmão”? A gente sente que pode apontar o dedo para condená-lo. A gente se acha acima da exortação em amor. “Ninguém pode apontar o dedo para mim sem antes ter acertado as contas com quem é um problema mais sério que eu”. A gente eleva nossa situação negativa ao patamar de glória enquanto rebaixa a situação do próximo. Alimentamos a cultura do pecadinho e pecadão, em que o meu pecado é leve e o do outro é pesado.

Sabe, Deus não precisa me comparar a outras pessoas da minha igreja local ou de qualquer outra igreja. O padrão que Deus me deu para seguir não é o que a maioria faz nem a mediocridade. Ele não quer que eu seja melhor que ninguém ou ande “na média”. Deus quer que eu seja a melhor versão de mim mesmo. E o padrão que o Pai me dá para seguir rumo a esse objetivo é Jesus. Se eu estou melhorzinho ou piorzinho que Beltrano, isso é minha opinião, e não a de Deus, e é irrelevante, porque Beltrano não é o padrão. Jesus é.

 

6 comentários

  1. Muito bom para nos fazer refletir e sermos sinceros conosco mesmos se, de fato, não admitimos tais pensamentos de superioridade em detrimento do sucesso dos outros. Deus abençoe!

    WordPress.com/santosimperfeitos

  2. Grande pensamento. Precisava mesmo ler isso. Por vezes, me comparo aos outros para me sentir mais “santa”, todavia, agora eu entendo, somos todos pecadores. O nosso padrão deve vir de Jesus e não de pessoas ou nós mesmos. Deus te abençoe ainda mais! <3

    leticiaeostreze.blogspot.com.br

    1. Mto obrigado pelo comentário tão honesto. Estamos tds juntos nessa caminhada. Um abração!

  3. Realmente vivemos numa época considerada a mais fraca emocionalmente! Onde não se pode mais exortar com amor ou até mesmo falar algo, que as pessoas ficam chateadas…

    1. Verdade, mano. Por isso pessoas corajosas são tão importantes hoje! Valeu pela visita. :) Um abração!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s