Eu fui longe demais?

FullSizeRender.jpg

Eu nunca conheci um cristão que não tenha enfrentado esse dilema. Um que eu mesmo encarei bem mais vezes do que gostaria de admitir. Aquele momento em que pensamos “Agora eu fui longe demais”.

Na semana passada, um cara veio conversar comigo dizendo que sentia que Deus não o amava mais porque ele tinha repetido um pecado específico muitas vezes e não conseguia abandoná-lo apesar de tentar. Eu pude me identificar totalmente com esse meu irmão. Que cristão não poderia?

Em situações como a dele, eu fui atormentado por uma pergunta: O que eu faço? E isso costuma ser o que as pessoas perguntam quando pedem ajuda ao se sentirem longe demais de Deus, com algum assunto a resolver. “O que eu devo fazer?”

Isso combina com o que a gente vinha falando há alguns dias aqui no blog. Eu disse que colocamos tudo a perder em nosso relacionamento com Deus quando trocamos descanso por trabalho.

“O que eu devo fazer?” Vamos ver… O que você fez quando o amor de Deus o alcançou pela primeira vez? Como foi que você conquistou a atenção e o favor divino? Como comprou a graça ou mereceu o amor de Deus?

Eu não estou ensinando nenhuma novidade aqui. Apenas lembrando você do que seu coração sabe de cor, se você nasceu de novo. Quando Deus nos alcançou, estávamos num estado muito pior do que o atual. Éramos inimigos dele. Agora, mesmo que você se encontre em sérios apuros, você é filho de Deus. Amigo dele.

Minha mente, quando penso nisso, quer usar até essas boas notícias para me acusar. “Ora, se você conhece a Deus de perto, tem mais motivo para estar melhor do que está. Se é mesmo amigo de Deus, já deveria ter superado isso e aquilo”. Quando sua mente acusar você assim, apenas responda: Sabe de uma coisa? Você tem razão. Tenho mais motivos ainda para superar essa fase. E é exatamente o que vou fazer. Afinal, se Deus me alcançou no ponto mais baixo da minha existência, com certeza eu não fui longe demais para o amor dele agora.

Veja comigo o que está à sua disposição agora que você foi justificado, mesmo que você esteja distante, fraco, ou se sinta irrecuperável.

Aquele que não poupou a seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós, como não nos dará juntamente com ele, e de graça, todas as coisas? Romanos 8:32

E seguindo a linha do que a gente vinha conversando até agora, veja como você ainda não foi tão longe que a graça de Deus não possa mudar tudo.

Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida! Romanos 5:10

Antes de você ter a capacidade de “ser um bom cristão”, seja lá o que isso signifique para você, Deus escolheu que daria sua própria vida para que você tivesse acesso total ao perdão de todos os seus pecados e a uma nova vida no Espírito Santo. O recomeço que você tanto quer está bem ao seu lado.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s