Por que pastores têm medo da liberdade?

FullSizeRender

Uma das coisas mais difíceis que um pastor pode ouvir hoje é que ele precisa pregar liberdade absoluta em Cristo. “Liberdade absoluta?”, ele vai dizer. “Também não é assim, temos que colocar alguns limites”.

Regime semiaberto é para detentos. Liberdade que não é absoluta não é liberdade. Por que os pastores têm tanto medo dessa mensagem?

Liberdade e libertinagem

O primeiro problema é conceitual. A maioria dos líderes evangélicos acredita que “liberdade absoluta” significa rebelião, loucura, depravação, egoísmo, descomedimento, e consequente caos. Acontece que isso tudo é a definição de libertinagem, e não de liberdade.

Elas não andam juntas

O segundo problema é que os pastores costumam pensar que existe uma linha tênue entre liberdade e libertinagem; que se você pregar liberdade, estará a um passo de incentivar a libertinagem. Isso está totalmente errado. Todo cristão verdadeiro sabe que quem andar no Espírito encontrará liberdade, enquanto a libertinagem só é possível para quem andar na carne. Estamos falando de caminhos totalmente opostos. Não existe uma linha tênue entre liberdade e libertinagem, existe um abismo.

Preocupação legítima

O terceiro problema é que os pastores costumam ter medo de a mensagem da liberdade ser mal interpretada e desvirtuada pelo seu rebanho, levando todos a se perderem. O que precisam entender é que, apesar de essa preocupação ser legítima, não justifica que se calem sobre a liberdade. Quando um pastor não prega liberdade, faz o contrário do que deseja, porque está privando as pessoas da verdade, e não pregando o Evangelho que transforma. Se seu compromisso é com a verdade, é mandatório ensinar que foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Quanto a evitar que nosso rebanho confunda a Mensagem, é nossa responsabilidade pastoral adquirir conhecimento e didática para ensinar bem.

Compromisso

O quarto problema é que os pastores têm medo de que as pessoas descubram que podem fazer o que quiserem e então percam seu compromisso com a igreja local e a visão pastoral. Esse medo não faz sentido, porque quem foi liberto é eternamente grato a seu libertador. Quanto mais meu rebanho me enxerga quebrando suas algemas, mais ele me ama e se compromete comigo. Quanto mais ele me vê algemando suas mãos, mais ele me detesta e quer fugir de mim.

Responsabilidade e controle

O quinto problema é que pastores foram ensinados (erroneamente) que darão conta de suas ovelhas diante de Deus, e querem assegurar que todas andem “na linha”. Mas Deus não nos chamou para isso. Sua responsabilidade é amar, cuidar e ensinar, não controlar as pessoas e ditar seu comportamento. Esse é o problema mais complexo até agora, porque se manifesta em alguns como uma atitude cheia de boa intenção, e em outros como um perverso desejo de controle. No próximo texto, vamos falar mais dessa confusão entre os pastores.

3 comentários

  1. Fala Mitch. Aqui quem fala é Ramon Farias sou do Uma Igreja Like Jesus (https://www.facebook.com/igjlikejesus/), ja te sigo já há algum tempo. Teus textos tem sido massa. Temos uma visão bem semelhante aquilo que vc tem exposto. Tanto que também temos falado de alguns pontos polemicos como preconceito dentro da igreja. Meu contato é porque gostaria de compartilhar alguns dos seus textos lá na página tanto como escrito como em vídeos baseados neles. Não sei se vc tem a possibilidade de gravar alguns vídeos para postarmos lá ou se vc liberaria usarmos alguns de seus textos como base pra alguns de nossos vídeos e/ou publicações. Claro que tds os créditos seriam devidamente dados a vc. Caso não possa tbm não fique incomodado em falar. Fique livre em declinar. Por fim. Deus te abençoe muito mano. E precisando tamo ae.
    Abcs

    1. Oi, Ramon! Obrigado pelo recado, mano!

      Eu quero gravar vídeos em breve, mas ainda não tô achando que é a hora por questões técnicas, mesmo.

      Mas pra mim é um prazer compartilhar. Podem copiar e colar os vídeos, botar link pro blog, escrever baseado no que eu disse, fazer vídeo sobre o que eu falei, e tudo mais o que quiserem à vontade.

      Se conseguirem me mandar link por aqui ou pelo insta para eu dar uma olhada depois, show, porque eu adoraria ver o resultado.

      Um abraço! :)

      1. Grande Mitch, obrigado pela resposta. Se tiver um tempo da uma olhada lá na página e se der curti lá pra que eu possa te marcar nos textos que publicarmos. Grande abraço mano. E segue nessa força. Tmj…

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s