Graça não é só favor; é poder

FullSizeRender

Sabe aquela vida que sempre tentamos alcançar com força de vontade, esforço próprio, autopunição e apego a regras, mas que nunca conseguimos atingir por esses meios? Deus Pai pode nos dar essa vida de presente por meio de um poder liberado por Jesus, que a Bíblia chama de graça.

A graça serve para fazer tudo o que a Lei é incapaz de fazer. Por séculos, as pessoas têm tentado se aperfeiçoar mediante a obediência cega às mais diversas regras, e não existe nem um caso de alguém bem sucedido nessa história. Todos fracassaram.

Um cristão que marcou a história e nunca escondeu seu fracasso tentando guardar a Lei foi C. S. Lewis. Basta ler Cristianismo Puro e Simples, uma das obras mais importantes dele, e você vai encontrar essa confissão. Outro cristão famoso que também fracassou tentando se aperfeiçoar pela guarda da Lei? O apóstolo Paulo.

Você conhece aquela famosa citação paulina “Miserável homem que sou”? Adivinhe qual era o contexto que ele estava retratando ao exclamar isso. No capítulo sete de Romanos, Paulo está narrando sua tentativa de ser um bom religioso, quando era um judeu radical, antes de ser cristão. E o relato dele tem muito a ver com o de todo mundo que tentou ser perfeito por esforço próprio: “O bem que eu quero fazer, não faço. E o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo”.

As cartas paulinas deixam claro como cristal que é impossível cumprir a Lei, e que ninguém se torna um cristão melhor por guardar mandamentos. Pior ainda, elas deixam claro que a Lei não vai salvar ninguém, só condenar. Seguir regras nunca santificou, e nós precisamos urgentemente de ajuda. De um poder que não temos em nós mesmos. De uma intervenção divina que nos transforme. É isso que chamamos de graça, o que explica o que João quis dizer ao alegar o seguinte.

Todos recebemos da plenitude de Cristo, graça sobre graça. (João 1:16)

A expressão “graça sobre graça” não faz muito sentido em português. Mas no grego antigo, que foi a língua em que Paulo escreveu essa expressão, dizer “algo sobre algo” é referir-se ao papel completo desse algo. Ou seja, a expressão “graça sobre graça” explica o que acontece quando a função da graça se cumpre totalmente em alguém: essa pessoa recebe a plenitude de Cristo. A graça serve para nos dar a plenitude de Jesus; tornar-nos milagrosamente como ele.

Agora, fica uma questão. Se o Pai já me deu o poder de ser como Jesus, por que eu me pareço tão pouco com Ele? Por que eu vejo só algumas características de Cristo em mim, em vez de sua plenitude? Vamos falar mais sobre isso no próximo texto.

5 comentários

  1. Buscava compreender o significado de Graca sobre Graca. O ENTENDIMENTO chegou na minha Vida com sua explicacao. Aconteceu: Graca sobre Graca!

  2. Meu Brother, como sempre muito bom mano! Que saudade de você sumido!
    Tamo junto sempre brother! Abração :D Texto ótimo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s