Nosso medo de amar para valer

Alguns textos das Escrituras estão sempre na minha mente. Incomodando, revolvendo. Um deles é a famosa ideia de Paulo em Filipenses, de perder todas as coisas por amor a Jesus.

Esta semana, vou pensar especialmente nisso por causa do clipe do Paulo César Baurk, que acabei de ver pela primeira vez, Até que nada mais importe.

Como isso nos assusta. A paixão é um conceito divinizado pela nossa cultura. O que se diz dela é que nos dá uma perspectiva bela das coisas, que coloca um sorriso no nosso rosto, nos faz flutuar, e que acrescenta sentido à vida.

Eu não quero dizer que certo tipo de paixão não possa fazer exatamente isso. Não quero demonizá-la. Mas quem leva a felicidade a sério não pode deixar de adotar outras perspectivas ao pensar nesse assunto.

Nós sentimos medo de nos aproximarmos mais de Deus, e de Ele ganhar cada vez mais espaço no nosso coração. Mas não é porque – se somos mesmo cristãos – não queiramos amá-lo mais. O nosso pavor não é ter mais dele, e sim menos de outras coisas.

Se a paixão é mesmo uma musa inspiradora que embeleza a vida, quanto mais, melhor, e uma vida com poucas paixões se pressupõe tediosa. Tememos permitir que as coisas que competem com Deus por nosso coração percam seu valor porque isso consistiria em trocar várias paixões por apenas uma, e talvez isso significasse uma vida pouco aproveitada. Geralmente nosso medo não é desfrutar mais Jesus; é desfrutar menos a vida.

Nessa paranoia, somos como uma garota que perde a chance de um amor verdadeiro e eletrizante porque se faz de difícil por capricho.  Somos como Sulamita, que se recusa a deixar o conforto de sua cama quentinha para abrir a porta para o seu amado, e depois chora sozinha pela falta dele. Se ao menos ela tivesse pensado que duas pessoas sempre aquecem mais um ambiente do que uma pessoa sozinha.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s