Vai valer a pena

 

No começo do ano, escrevi aqui no blog sobre a primeira coisa que você deveria fazer em 2016. Mas só ontem, já no fim de fevereiro, é que eu mesmo consegui fazer isso. E, sabe de uma coisa? Agora eu recomendo ainda mais que você siga aquelas dicas. (É só clicar aqui para vê-las.)

No momento, estou hospedado na casa de um amigo, a quilômetros de distância da minha cidade. Moro em São Paulo e estou no Paraná. Eu me retirei para tomar tempo para pensar na minha vida e continuar a planejá-la. E, sinceramente, sabia que isso era bom, mas não lembrava que era tão bom.

Tenho que contar que o meu 2015 foi difícil. Tive muito trabalho, lutei bastante em vários campos, e sofri bastante sobrecarga e estresse.

Eu anoto minhas análises anuais num mesmo arquivo. Então, tive a chance de comparar como a vida me tratou em 2012, 2013, 2014, e 2015. Olhando em retrospecto esta semana, percebi que meu ano passado foi muito mais difícil do que os três anos anteriores.

Com toda a sobrecarga que estava carregando até tomar tempo para orar sobre o assunto, eu ainda não tinha notado com clareza, mas o ano passado também foi um tempo de muito crescimento para mim. A verdade sobre meu 2015 poderia ser resumida em duas simples sentenças:

  • Em 2015, eu tive três vezes mais lutas do que nos três anos anteriores.
  • Em 2015, eu cresci dez vezes mais do que nos três anos anteriores.

Você já viu um atleta cruzar uma linha de chegada vitorioso? Consegue imaginá-lo recebendo sua medalha enquanto lágrimas correm pelo seu rosto? Aquelas lágrimas contam que não foi fácil chegar ao lugar mais alto do pódio. Houve muito suor. Muita dor. Mas valeu a pena, afinal. Foi assim que eu me senti após fazer minha retrospectiva. E é por isso que encorajo você a avaliar o seu ano que passou, se não fez isso até agora, por mais difícil que ele tenha sido.

Quero que saiba que é normal sentir que está fazendo algo errado quando você enfrenta uma batalha atrás da outra. É normal se perguntar se Deus continua mesmo ao seu lado quando você não sente o frescor da sua sombra, mas apenas o calor do deserto em vez disso. Foi assim que me senti em vários momentos no ano passado. Mas minha experiência pessoal mais recente me impele a incentivar você.

Seja corajoso e perseverante. Mantenha seus olhos em Jesus durante sua jornada. Continue assegurando que Ele seja o primeiro no seu coração apesar de tudo, e eu prometo que você verá uma bela imagem ao olhar para trás, depois que cruzar o deserto. Pode ser que você tenha duvidado ou não tenha percebido, mas você nunca esteve só. O Espírito Santo nunca parou de trabalhar em você. Mesmo no meio de todas as suas dificuldades, Ele continuou formando Jesus no seu interior, exatamente como havia prometido.

 

4 comentários

  1. •Em 2015, eu tive três vezes mais lutas do que nos três anos anteriores.
    •Em 2015, eu cresci dez vezes mais do que nos três anos anteriores.

    Vivi o mesmo!! Foi quase insuportável a dor desse crescimento, advindo das lutas, conseguimos vencer (meu esposo e eu) apenas por ter o Papai nos levando.

    Gratidão ao olhar para traz e certo arrependimento por ter resistido às mudanças no princípio no entanto, feliz por ter cedido a tempo de conseguir os resultados que Ele desejava para nós.

    2015 foi realmente o ano da superação. E vem 2016 ano do JUBILEU revigorar nossa jornada.

    Obrigada Pelo post!!

    Deus continue tocando você Pastor. Mitch.

    Angra – IAA.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s