Por que Deus não muda meu estado espiritual?

 

A Bíblia nos ensina que somos responsáveis por nossa vida espiritual. Salomão disse que devemos guardar nosso coração. Isaías mostrou uma lista de bênçãos espirituais que só podemos experimentar se tomarmos atitude. Vamos relembrar o que Deus disse através dele.

“Desperte! Desperte!, ó Sião, vista-se de força. Vista suas roupas de esplendor, ó Jerusalém, cidade santa. Sacuda para longe a sua poeira; levante-se, sente-se entronizada, ó Jerusalém. Livre-se das correntes em seu pescoço, cidade cativa de Sião.”
(Isaías 52:1 – 2)

Nesses versículos, Deus nos mostra que não deveríamos esperar que Ele operasse certas coisas em nossa vida por um motivo simples: elas dependem da nossa atitude.

Os Salmos nos dizem que os céus pertencem ao Senhor, mas a terra, Ele confiou ao homem. É por isso que ainda não provamos todas as bênçãos espirituais que o Pai já nos deu em Cristo. Foi nas regiões celestes que Ele nos abençoou. Mas, para que as bênçãos venham do Céu e se manifestem em nossa vida diária, Ele nos incumbiu de responsabilidades na terra.

Voltando a Isaías, aprendemos com o texto acima que é nossa função fortalecer nosso homem interior, mudar nosso procedimento para o de um justo, livrar-nos da miséria e da presença do pecado, assumir a nossa devida posição de vitória, e sair de toda situação de opressão. A pergunta, então, é: como? Como podemos exercer nossa responsabilidade na terra por nossa vida espiritual? A resposta está logo no começo dos versos que lemos: “Desperte!”

Ao lermos as Escrituras, não podemos ignorar que elas trabalham com muitos elementos simbólicos. Frequentemente, na Bíblia, a água simboliza a Palavra de Deus, o vento simboliza o Espírito Santo, o azeite simboliza a unção. Despertar, por sua vez, simboliza dispor-se para orar. Não apenas o desejo de orar, mas a disposição, a tomada de decisão.

Em seu livro A Unção, Benny Hinn ensina que ler “desperte, desperte” na Bíblia equivale a ler “ore, ore”. Ele lembra que Jesus pediu aos seus discípulos que orassem, pouco tempo antes de ser preso no Getsêmani. Ao encontrá-los dormindo mais tarde, lhes disse “Vigiem e orem para que não caiam em tentação”. Hoje, isso seria o mesmo que dizer “Fiquem acordados e orem”.

As pessoas se perguntam como podem fortalecer seu homem interior. O caminho é a oração. Você já se perguntou “Por que Deus não muda meu estado espiritual?” Bem, a resposta para isso é que seu estado espiritual não é incumbência dele, mas sua. Esse estado não vai mudar enquanto você não exercer sua responsabilidade em oração. Os crentes modernos poderiam indagar a Jesus: “Se todas as bênçãos espirituais são nossas, por que sofremos tantas derrotas e opressão?” A resposta dele seria: “Por que vocês não conseguem ficar acordados nem por uma hora. Vocês simplesmente não se dispõem a orar.”

As bênçãos estão no Céu, com o Pai. Jesus já as garantiu a nós. Aqui na terra, o Espírito Santo está trabalhando pela manifestação dessas bênçãos. O que falta é assumirmos nossa responsabilidade por nossa vida espiritual. Tudo é dado pela graça? Sim. Mediante a fé? Sim. Mas o exercício da fé combina essência espiritual e atitude: exatamente as duas coisas que a oração implica.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s