Não desista agora

 

House of heroes é uma das minhas bandas preferidas. De tantas músicas deles que amo, So Far Away me toca toda vez. Para mim, ela retrata Deus falando com a gente, e no refrão Ele faz a seguinte pergunta:

“E se eu dissesse que nós ainda estamos muito longe? E se eu dissesse isso, você ainda viria comigo mesmo assim?”

Várias vezes ouvindo essa canção, eu parei para pensar. Depois de tudo o que enfrentei para chegar a algum lugar com Deus, será que eu ainda quero insistir nessa jornada? Quanto mais ainda preciso enfrentar?

Minha última semana foi uma daquelas. Quando ela chegou ao fim, eu estava me perguntando quanto tempo vou levar para aprender de verdade o que Deus vem tentando me ensinar já há alguns anos. Às vezes sinto como se desaprendesse as coisas mais básicas e tivesse que reaprender tudo de quando em quando, e esse é um processo cansativo e doloroso.

No ponto mais crítico da minha autoanálise, eu me perguntei como seriam as coisas se meu futuro fosse esse: aprender, desaprender, reaprender. Eu me perguntei se aguentaria isso até Jesus voltar. Imaginei se valeria a pena continuar lutando por uma vida realmente cristã se isso significasse nunca alcançar uma posição em que eu me sentisse “graduado” na escola do Espírito.

Avaliar se algo vale a pena ou não é considerar uma relação de custo e benefício. Você só pode decidir se uma pena é válida após levar em conta o benefício que terá depois de penar. Quero encorajar você, deixando claro que não há nada mais natural na vida de um cristão do que um momento assim. O próprio Senhor Jesus passou por isso. “Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz” (Hb 12.2).

Vamos imaginar que Deus aparecesse no seu quarto e fizesse uma oferta. Você pode ficar onde está, vivendo como vive e com todo o conforto possível. Nesse caso, depois de morrer, sua recompensa será a amargura e a tristeza eternamente, afastado do seu Criador. Mas você também pode deixar a sua família, a sua casa, os seus amigos e tudo o que sonhou para seguir a Deus numa vida cheia de adversidades. Se escolher esse caminho, sua recompensa será a paz e a alegria eternamente, em plena comunhão com Jesus e a enorme família dele.

Como você sabe, essas foram as opções que Deus realmente ofereceu a Abraão. E os ensinos de Jesus aos seus seguidores também contavam com ilustrações iguais a essa.

Independentemente de como você se sinta hoje, essa bifurcação terrível vai aparecer diante dos seus olhos várias vezes ao longo da vida. É algo que temos que encarar como cristãos. E aqui vão algumas perguntas que fiz a mim mesmo e talvez possam ajudar você quando se deparar com a mesma situação.

Se o pior for mais fácil, você vai se conformar com ele só porque é fácil? Se o melhor for mais difícil, você vai desistir dele só porque é difícil? E se o fácil terminar péssimo e o difícil terminar excelente?

É sempre doloroso fazer escolhas determinantes. Mas no nosso caso, o convite de Deus é que, apesar da dor, escolhamos a boa parte. O caminho para o melhor é cheio de pedras e espinhos, mas não esqueça que não foi Deus quem os colocou ali. Deus nos chama para o que nos espera depois de todos esses obstáculos: e será a melhor coisa das nossas vidas.

 

7 comentários

  1. Palavras certeiras no momento exato.
    Obrigada por se deixar usar pelo Senhor.
    Valeu Mitch.
    Abraços querido,

  2. Mitch, me identifico muito com teus textos, sempre é um benção para minha vida e um refrigério do Senhor!
    Como essas semanas que vc mencionou são realmente difíceis, porem serve para nos mostrar o quanto somo dependentes Dele, nunca é por nosso esforço, mas sempre por sua graça e misericórdia. Escolher o Senhor sempre será o caminho mais difícil, mas sempre vale apena é sempre o melhor!
    Obrigada por compartilhar, obrigada por ser um referencial de Deus! Obrigada por não nos deixar se senti sozinhos!
    Deus te abençoes!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s