Seu problema não é o seu pecado (por Phil Drysdale)

Conforme eu crescia, fui perseguido pelos meus pecados. Toda vez que eu pisava na bola, tinha a sensação de uma desgraça iminente sobre a minha vida. Tivesse eu pecado totalmente por acidente, tivesse diretamente desobedecido a Deus e feito algo errado, eu vivia constantemente com medo de que, de algum modo, eu cairia em alguma forma de desastre ou algo parecido.

Eu nem sei ao certo se minha teologia dizia que Deus me puniria pelo meu pecado ou se simplesmente removeria sua proteção de sobre mim até que eu me acertasse com Ele. De qualquer modo, eu estava errado.

Frequentemente eu passava horas, por várias noites, pedindo que Deus me mostrasse cada pecado em minha vida para que eu pudesse me confessar e me arrepender deles, de modo que eu não ficasse mais naquele “lugar perigoso”.

Eu tinha uma teologia realmente distorcida. Mas a verdade é que eu ainda deixo alguns pensamentos muito esquisitos fazerem parte da minha vida diária. Eu ainda permito que meu pecado se torne um problema maior do que ele é.

Sabe, o pecado não é o problema. Jesus Cristo já lidou com ele na cruz e, em Cristo, todo pecado foi afastado, completamente perdoado, e para sempre esquecido pelo Pai.

Nosso problema não é nosso pecado. Nosso problema é que temos um “deus” que não é poderoso o bastante para vencer nosso pecado. Nós imaginamos esse “deus” à nossa imagem. Um “deus” que luta contra nosso pecado, que não consegue colocar os olhos sobre o pecado, que não pode se aproximar do pecado. Mas a verdade é que Deus pode fazer todas dessas coisas e mais. O pecado não assusta Deus. Ele é todo-poderoso e o pecado não corrompe quem Ele é. Deus corrompe o que o pecado é!

Sejamos pessoas que colocam o pecado em seu devido lugar. Não estou tentando pegar leve com o pecado, mas estou tentando ajudar a gente a compreender quão grande Deus é. Ele é infinitamente maior que todos os pecados no mundo combinados. O pecado não é o problema em nossas vidas, mas sim quão pequeno nós imaginamos Deus.

[Autor: Phil Drysdale. Tradução livre: Mitch Maier]

5 comentários

  1. peor mano ‘-‘ as vezes colocamos o pecado num lugar de destaque quando na verdade deveria ser Deus..

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s